Junta de Freguesia de Ceira

thumb_up 808 likes
rate_review 4 Reviews
favorite 17 favorites
Rua Dr. Manuel Chaves e Castro
3030-853 CEIRA Ceira, Portugal
phone
Click to show phone
Request for information

Junta de Freguesia de Ceira Company Information

General information

Nome de Ceira
Ceira tem uma longa tradição histórica, é uma povoação muito antiga, já conhecida dos Romanos que, segundo alguns historiadores, lhe Chamavam Celia/Seilia ou Celium. A povoação também aparece registada com a grafia Seira/Seyra. Tal como hoje, já no tempo dos Romanos, a povoação tinha o mesmo nome do rio.

Historial
Ceira é uma povoação muito antiga.
Em Setembro de 1180 D. Afonso Henriques doou Ceira ao Chanceler Julião Pais que a coutou.
Na carta de doação descrevem-se as confrontações que são pouco mais ou menos, as da actual freguesia. Esta carta de doação foi confirmada por D. Sancho I e D. Afonso II, filho e neto, respectivamente, daquele monarca. D. Julião Pais no século XIII aumentou o seu património na região, adquirindo terras no porto de Ceira.
Teve foral outorgado por D. Manuel I que lhe deu o nome de Vila Nova de Ceira. Este foral foi concedido em Lisboa a 12 de Março de 1512 (Livro de Forais Novos da Beira, fls. 89 v., col. II, in princ.).
Em 1790 o pároco da freguesia, Francisco Xavier Freire da Silva, tentou organizar o tombo da Igreja, mas poucos elementos consegui coligir por o antigo tombo e os documentos mais importantes se encontrarem muito deteriorados e parte deles ilegíveis. No entanto, no tombo por si organizado, consegui descrever não só os limites da freguesia, mas também incluir a cópia da doação que D. Afonso Henriques fez da mesma ao Chanceler Julião e a relação dos lugares que compõem a freguesia.
Uma tradição local diz antes do assoreamento do rio Ceira, a freguesia constituía um importante porto fluvial com barcos chegados da Figueira da Foz, pelo Mondego, para descarga de mercadorias a um cais de que ainda existem vestígios, junto às Barreiras do Campo. Estes barcos vinham carregados de peixe e sal, levando em troca lenha e carqueja.
Mas, com o decorrer dos tempos, tudo quanto existia da primitiva povoação ribeirinha se submergiu o que motivou que o aglomerado populacional se estende-se pela encosta dos montes que lhe ficam fronteiros.
O sítio onde se fixava o cais, a igreja antiga e parte da povoação, tudo hoje coberto pelas enchentes anuais do rio Ceira, deram origem à formação do chamado “Campo de Ceira”.
Ceira chegou a ser concelho, até ao reinado de D. Maria II.
Em 1960 Ceira participou num cortejo integrado nas festas da cidade de Coimbra. Nesse cortejo, desfilaram com um “carro” alegórico que chamou a atenção, pela sua originalidade, atraindo os olhares de todos os presentes. Transportada no tractor, lá ia a imagem viva do quotidiano de Ceira nas suas actividades principais e o rio em plena Azafama: a nora tirava a água para a rega dos campos, as lavadeiras faziam a barrela e tratavam da roupa das freguesas, os trabalhadores agrícolas e tantos outros recriavam as suas profissões. Este quadro obteve extraordinário sucesso em representação da Casa do povo de Ceira.
Em 4 de Junho de 1997 Ceira passa a ser uma Freguesia elevada à categoria de Vila.
No ano de 2010 foram legalizados os brasões da Freguesia de Ceira e da Vila de Ceira, tendo a sua publicação saído em Diário da República em 18/08/2010 e 22/10/2010, respectivamente.

Localização e caracterização
A freguesia de Ceira fica situada a Sul da Cidade de Coimbra, confrontado com os concelhos de Miranda do Corvo e Vila Nova de Poiares, tem uma área de 13km2, tem cerca de 5.500 habitantes e dista a 6km da cidade de Coimbra.
O clima é temperado e húmido, sujeito a nevoeiros matinais, com índices de pluviosidade elevados e com encostas meridionais solarengas, condicionado pelo relevo e pelos rios.
Quem entrar seguindo o vale do rio Ceira, apercebe-se do aspecto montanhoso de grande parte da freguesia, com encostas de grande declive que se erguem para a serra do Carvalho à direita e para o monte do Senhor da serra à esquerda. Já de saída para a Cidade de Coimbra, a paisagem é vem diferente, composta por uma vasta e fértil planície em coloridos terrenos de aluvião.
A freguesia de Ceira é irrigada pelos rio Ceira, pelo rio Mondego e pelo rio Dueça ou Corvo. O rio Ceira e o Dueça forneçam água para os regadios. Proporcionam espaços de lazer com três açudes e viçosos salgueirais. Estes dois rios ainda hoje proporcionam a vários populares o prazer de uma boa pescaria onde ainda podem apanhar espécies como a lampreia, o sável, a boga, entre outros.
A freguesia encontra também aldeias empoleiradas nas encostas formadas pelo do vale do rio Ceira, podendo assim observar as duas aldeias mais características deste exemplo o lugar do Cabouco e de São Frutuoso.

Fauna e Flora
A maioria da Flora de Ceira é formada por arbustos, entre os quais figuram a urze, a esteva, a giesta, o feto, o alecrim, o espinheiro, o limonete e o azevinho.
Das espécies resinosas há o pinheiro bravo e manso. Das árvores de folhagem caduca há a olaia, a faia branca, o choupo do Canadá a acácia pára-sol o chorão dourado, a tília dos busques, o negrilho, o plátano e a tília argêntea. Das árvores de folhagem permanente existe a mimosa, a acácia floribunda, a Austrália, o eucalipto glóbulo, o cipreste e o cedro do Bussaco.
Plantam-se em grande número árvores de fruto, especialmente laranjeiras, limoeiros e toranjeiras, citrinos estes de que se faz cultura própria e intensiva, visto os viveiristas ceirenses serem hoje os maiores fornecedores do mercado Português.
Nos campos junto das confluências do Rio Ceira com o rio Dueça e com o rio Mondego, podemos encontrar também, amoreiras, castanheiros, cerejeiras, macieiras, marmeleiros, nespereiras, nogueiras, oliveiras, pessegueiros e pereiras.
De realçar a plantação de videiras quer para produção de vinho, quer para uva de mesa.

A Fauna existente na freguesia é muito variada. Além dos vulgares animais domésticos, bovinos, suínos, ovinos, caprinos, galinhas, patos, perus coelhos, pombos, cães e gatos, aparece também nos seus campos e montes, o melro, o tordo, a rola, a perdiz, o coelho bravo, a andorinha, a cotovia, a alvéola, a pega, o corvo, o ouriço-cacheiro, a toupeira e junto às margens dos rios e dos ribeiros o rato de água.

No que respeita à fauna fluvial tanto no rio Mondego como no rio Ceira e no rio Dueça criam-se barbos, bogas, bogardos, mujens, escalos e carpas. Sendo os peixes do rio Ceira muito apreciados pelo seu sabor e dureza. Também no rio Ceira se encontrava a lampreia, mas devido ao açude que se construiu a jusante de Coimbra, este ciclóstomo deixou de aparecer.

Agrícultura
Na freguesia de Ceira cultiva-se desde milho, batata, cebola, alho, centeio, feijão e as mais diversas hortaliças.
Em tempos houve uma intensa cultura do linho, daí a profissão de cordoeiro ter sido umas das profissões características do lugar do Cabouco e do Sobral. Tendo havido mesmo uma importante indústria de cordoaria, de que só há memória.
No vale cultiva-se o milho a horta e árvores de fruto com predominância dos citrinos. Nas encostas predomina a oliveira, a vinha e o pomar. Nas zonas montanhosas da Serra do Carvalho e do monte do Senhor da Serra, além das oliveiras abundam os castanheiros e os carvalhos. Hoje, no entanto a paisagem tende a ser diferente predominando o pinheiro e o eucalipto.
Os habitantes da freguesia outrora eram essencialmente trabalhadores agrícolas. Hoje em dia, a maior parte dos habitantes trabalha na cidade de Coimbra em diversas profissões estando em diversos sectores de actividade, tais como, comércio, serviços e indústria, no entanto ainda existem pessoas que se dedicam à agricultura e aos viveiros de árvores, muito conhecidas e apreciadas por todo o país e até no estrangeiro.

Rua Dr. Manuel Chaves e Castro Ceira

Opening hours
Segunda-feira:
09:30 - 12:30
Terça-feira:
09:30 - 12:30
Quarta-feira:
09:30 - 12:30
Quinta-feira:
09:30 - 12:30
Sexta-feira:
09:30 - 12:30
Parking
The company has a parking lot.
Phone number
+351239923351
Linki
Contas de redes sociais
Keywords
Câmara Municipal

Junta de Freguesia de Ceira Reviews & Ratings

How do you rate this company?

Are you the owner of this company? If so, do not lose the opportunity to update your company's profile, add products, offers and higher position in search engines.

A similiar page for your business? Make sure everyone can find you and your offer. Create your dedicated company page on Yoys - it's simply and easy!
Add your company